Corpo e Mente e Alma

Por que você é muito mais bela do que o espelho lhe revela?

22/11/2016 • 2 Comentários

E hoje é dia de confissão. Daquelas que vem profundo do fundo da alma. Mentira. Vem do corpo. É que tenho sérios problemas com o meu. Sério? Mas como assim? Você está bem…

Pois é… eu sei. Quer dizer. Eu deveria saber. No fundo, talvez eu saiba, mas tem algo mais profundo que diz que não. E se a gente olhar bem vai descobrir a questão: é essa maldita e ingrata busca pela perfeição.

É que a gente olha ali a artista na revista e sabe que na cara daqui não dá para fazer muita coisa. Talvez nascer outra vez. Então, melhor nem perder tempo com essa insólita ilusão.

Mas se para o rosto não há muita solução, é do corpo que vem a questão. Porque a blogueira lá da tela do celular diz que corpo dá para mudar.

E então, como o alcoólatra que olha a dose de birita e jura que é só uma, a gente olha a revista e jura que vai tentar ficar só um pouquinho igual. Afinal, eu sou só eu e não vivo do corpo e tenho filho e mais um e marido e concurso para estudar e petição para despachar e texto para digitar e não dá mesmo para ir toda hora treinar.

Mas assim como o vício da pinga traz a ilusão do controle ao bebum, lá vamos nós cair na ilusão do controle de não querer exatamente aquele bumbum.

#Sóquenão… porque no fundo a gente quer e cai na frustração da corrida à perfeição.

E a coisa aqui não pára só na busca da barriga prometida, mas sobe até o cabelo. E lá se vão meses em busca do loiro magistral. Até que a gente acha o tom perfeito na foto da rede social. E vai correndo ao cabeleireiro. Por favor, faz igual?

Ele até tenta, coitado. O problema é que depois de horas, metros de papel alumínio e quilos de paciência, vem o choque na sapiência e a revelação: ao perceber no espelho que a imagem ali refletida era aquela mesma nossa de sempre, tão conhecida, talvez um pouco mais loira, veio a decepção… É claro, cara-pálida! Porque você não queria só aquele tom de loiro estampado na revista. Na verdade, o que queria mesmo era ter o próprio cabelo e a cara da artista.

Então, alguém pode dizer que essa reflexão é fútil. Pode até ser para o sujeito satisfeito em não ter tudo perfeito. Mas para nós, réles loucos mortais que vivem em busca da perfeição, seja ela da imagem, do status ou da profissão, a busca de algum tipo de libertação pode ser a grande salvação desse corpo e, principalmente, dessa alma e sua eterna insatisfação.

E ao invés de viver na escravidão de passar de estação em estação atrás do insano projeto verão, deixa-se de crer na ilusão da esperança de que felicidade vive na diminuição dos números da balança. E passa a busca-la na temperança. Aquela em que viver no meio termo não é deixar de ter posição mas buscar o alcançável e o equilíbrio de mente sã e o corpo saudável.

Mesmo porque, o que por aí se vê na revista e na rede social nem sempre corresponde exatamente à vida honestamente real. É que com os avanços incríveis da tecnologia não é mais preciso ser um grande profissional da fotografia. Basta um toque de filtro de celular e, violà! Está feita a magia! Um pequeno ajuste transforma aquela pele amarelada e marcada em uma textura vívida e sofisticada.

E para provar que isso aqui não é discurso de recalcada, é só fazer o teste em você mesma. Compare aí o retrato com e sem filtro e vai ver que um pequeno ajuste é suficiente para transformar a realidade banal em uma foto de tirar o fôlego. Uau!

Por isso, se esse espelho nos atordoa é porque nele não há filtro e nenhuma representação de um ideal, mas uma mulher bela e real. Basta encontra-la. E assim, quem sabe parar de buscar na fotografia da suposta perfeição alheia o ingrato caminho de se querer ser exatamente igual, e descobrir que ela vale apenas como uma boa referência para se apoderar e recriar, aqui dentro, nossa própria e única beleza pessoal.

Por_que_voce_e_muito_mais_bela_do_que_o_espelho_lhe_revela

Patrícia
< Anterior
Próximo >
Comente pelo Facebook
Escreva seu comentário
Comentários
  1. Gert - 23/12/16 - 23h38

    – just read your guest post on Hope Engaged and i’m so glad I found you. your words were really challenging and encouraging and I’m so excited to have found another awesome Christian woman blogger. can’t wait to keep re!emngaNovdiber 5, 2012 – 7:45 am[]Chantel Reply:November 5th, 2012 at 3:20 pmThanks for stopping by Sarah![]

<Voltar para a home>