Alguma Outra Coisa

Por que você é seu melhor eu?

01/02/2017 • 2 Comentários

Porque hoje é meu aniversário vou me dar um presente. Daqueles que não tem preço. É o auto apreço.

Porque hoje, só por hoje, não vou pensar nas minhas questões, nas minhas indagações, nas minhas confusões.

Não vou lembrar que por muito tempo já quis ser tanta gente. Já quis ter cabelo liso, nariz fino e a testa menor. Meu dedão da mão é esquisito e já passei anos o escondendo. Ainda o faço quando não percebo que o estou fazendo. E hoje, até ele será parte do que tenho de melhor.

Não vou pensar que já me achei esquisita e que tantas vezes tive a impressão de que não pertenço ao meu espaço.

Hoje não vou recordar do tanto que já não me gostei, quiçá, me odiei. Já me envergonhei, já me constrangi e quantas vezes quis sumir. Hoje, não. Porque hoje vou me dar um presente. Vou me dar um abraço. Daqueles apertados. Vou me olhar nos olhos, bem fundo, até chegar à alma e dizer para mim e para ela: calma! Relaxa! Você é o que você tem de mais legal.

Você cresceu, amadureceu, aprendeu, se conheceu e se convenceu de que hoje não queria jamais ser outra pessoa que não eu.

Hoje você olha no espelho e sabe que não é nenhuma miss, que não tem um belo nariz ou a cintura de atriz. Mas hoje você sabe que é o que sempre quis. E aquilo que achava que queria ser não chega, nem por um triz, perto do tanto que você é e que te faz genuinamente feliz.

Hoje você entendeu que suas milhares de fases, a da surfista, amazona, bailarina ou pandeirista não eram reflexo do defeito de uma pessoa sem personalidade. Não. Hoje você aprendeu que sua intensidade é sua maior verdade. E que se começou e não terminou algumas coisas é porque experimentou, gostou e entendeu que aquele momento acabou. Que outros tantos vieram e foram conquistados e finalizados.

Hoje você entendeu que sua teimosia pode ser chamada de determinação e que ela já lhe levou e levará para onde jamais imaginou chegar. Inclusive, para, a essa altura do campeonato, mudar o rumo da profissão.

Agora você compreendeu que  esses anos todos lhe fizeram a alma ter calma para aprender e aceitar que aquilo que você já quis ser não era, realmente, onde você queria chegar. E agora, o que ainda lhe falta de compreensão é trabalhado semanalmente. Ali, com Freud e seu divã, onde o antigo complexo de rejeição vai ganhando asas para habitar outra dimensão, abrindo espaço para a deliciosa libertação.

Por isso hoje, no dia de seu aniversário, vou lhe dar esse presente: a certeza de que hoje você é, na verdade, tudo aquilo que eu já quis ser. E que não há nada melhor do que essa sua realidade. Porque seu coração mole é uma grade qualidade. Sua sensibilidade não é sua fragilidade mas faz de você ser, assim, de verdade. E não é preciso alcançar a perfeição ou conquistar a humanidade. Quem importa, já é seu, agora e na eternidade dessa vã e deliciosa mortalidade.

E naquela hora de assoprar a vela e fazer um pedido, vou te desejar que você prossiga seu caminho, com saúde e proteção, para não perder o foco da missão e aguentar firme as pedras que às vezes e, naturalmente, ainda atrapalham o coração.

E, estando o corpo são, vou desejar também que você não se incomode com as rugas e a falta de colágeno que nos faz cair a pele. Porque se esse é o único ônus de envelhecer, o bônus que se ganha ao amadurecer é imbatível: sabedoria. E se seu ídolo supremo lhe ensinou que só sei que nada sei, que você continue não sabendo cada dia mais, para saber tanto, muito mais do que achava que sabia anos atrás.

Porque hoje o dia é meu e vou lhe dizer que não há nada melhor do que ter sido e ser eu.

Amemo-nos.

por_que_voce_e_seu_melhor_eu

Patrícia
< Anterior
Próximo >
Comente pelo Facebook
Escreva seu comentário
Comentários
  1. Lucy - 01/02/17 - 20h22

    Adorei Patricia! Qta verdade… me identifiquei com muitas de suas sábias palavras. Parabens!!! Virei fã. Adoro ler.

<Voltar para a home>